Cookies nos ajudam na concessão de serviços. Ao aceitar usar os nossos serviços você aceita também o uso de cookies.
Saiba mais Entendi
Dakar 2017
Roboforex is an official sponsor
of "Starikovich-Heskes Team"
at the Dakar 2017
Principal / Iniciantes / Início da Negociação no Forex / Análise Técnica / Análise de gráficos
Faça sua Pergunta
Não encontrou a informação que você precisa? Faça sua pergunta e tenha a resposta online!
Entrar no Bate-Papo
Ou digitar seu número de telefone no formulário abaixo e nós ligamos de volta para você agora mesmo.
Ligar de volta




Análise de gráficos

A análise dos gráficos Forex é a principal ferramenta de análise técnica. Todos os dados obtidos no mercado cambial são geralmente apresentados sob a forma de gráficos e,  independentemente do tipo de análise gráfica que se considere, cada um deles contém uma determinada informação igualmente importante. Assim, o seu sucesso nas negociações Forex dependerá diretamente da sua capacidade de análise dos dados gráficos. Os principais tipos de gráficos de análise são os lineares, os gráfico de barras e as velas japonesas. Cada um escolhe o(s) tipo(s) de gráfico que considera mais apropriado(s) para a compreensão integral da situação em análise e de acordo com seus desejos e exigências pessoais. O importante é que a análise dos gráficos seja o mais claro possível, já que ela permitirá negociar com lucro no mercado cambial, seja qual for o intervalo de tempo que você escolha: o minuto, a hora, o dia ou a semana.

Tipos de gráficos
Existem três tipos principais de gráficos:

Gráfico linear

Fig. 1

Gráfico de barras

Fig. 2 

Velas Japonesas

Fig. 3

Os gráficos de barras e as velas japonesas fornecer mais informações sobre o mercado: o preço de abertura, de fechamento, o preço máximo e mínimo durante um certo período de tempo.

Níveis de suporte e resistência
Os níveis de suporte e resistência são níveis para lá dos quais o preço não passa. O preço encontra sempre um nível de suporte e outro resistência em qualquer mercado com faixa de negociação estabelecida. Assim que o preço atinge um destes níveis, de imediato no mercado se inicia um momento de ativa compra ou venda, isto é, o mercado começa a agitar-se. Os "touros" ou os "ursos", que não desejam um determinado nível, de imediato equilibram a demanda, comprando ou vendendo. E é esta “agitação” que forma a linha de suporte e a linha de resistência. No entanto, se se der o rompimento de uma das linhas do canal, seja para cima ou para baixo, os níveis de suporte e resistência trocam de lugar.

A linha de suporte ou resistência é na sua essência um nível, que tendo sido alcançado pelo preço, o obriga a subir ou a descer, respetivamente. Em qualquer mercado Forex com faixa de negociação definida, o preço irá encontrar um nível de suporte e de resistência. Por outras palavras, quando o preço atinge um determinado nível, os "touros" ou os "ursos" começam agressivamente a comprar ou a vender, uma vez que eles não estarão de acordo com um desses níveis, e num determinado momento a oferta e a demanda no mercado irão se igualar, formando assim uma linha de resistência ou de apoio. No entanto, se dentro da faixa de negociação houver um rompimento de cima ou de baixo, o nível de apoio anterior transformar-se-á agora num nível de resistência (Fig. 4), enquanto o nível de resistência, pelo contrário, passará a ser o nível de apoio (Figura 5).

Fig. 4

A figura 4 mostra como o preço rompe a linha de suporte, que se transforma então em linha de resistência.  Posteriormente, isso levou a uma tendência descendente.

Fig. 5 

A fig. 5 mostra a presença de uma faixa de negociação. Podemos ver como, depois de várias tentativas, o preço rompe a linha de resistência, que mais tarde se torna linha de apoio.

Os níveis de suporte e resistência pode servir não só como linha de tendência, mas como máximos e mínimos  (Figura 6 e Figura 7).  Note-se que o máximo ou mínimo não garante que o preço inverta a tendência a este nível. A aproximação do preço ao máximo ou mínimo pode encontrar um novo nível de suporte ou de resistência em torno destes valores, como eles mesmos sugerem aos participantes do mercado forex. Neste nível havia no mercado um equilíbrio entre os "touros" e os "ursos". O mercado memoriza esse fato e é por isso que, quando o preço se aproxima do nível de apoio, todos começa a comprar ativamente, ao mesmo tempo que quando se aproxima do nível de resistência  –  começam todos a vender.  O rompimento do preço máximo ou mínimo serve de sinal para o aumento ou diminuição posterior dos preços.

Fig. 6

Fig. 7

Um dos sinal de rompimento do nível de suporte ou resistência pode ser uma sequência de mínimos de dois ou três fechos abaixo ou acima destes níveis. Este fato será evidência mais substancial, já que o rompimento usual em si não significa nada (Fig. 8). Este critério serve para confirmar a longevidade da tendência. Existem algumas abordagens para a definição dos critérios: o quanto o preço sai para lá do nível de suporte ou resistência, em percentagem, ou seja, a profundidade do rompimento.

Fig. 8

Na qualidade de linha de apoio ou de resistência pode estar um nível de densidade (concentração) de velas (Fig. 9), de barras (Fig. 10), de fundos (Fig. 11) ou de topos (Fig. 12).

Fig. 9

Fig. 10

Fig. 11

Fig.12 

Depois de estudar as linhas de suporte e resistência, o mais natural será passar para a análise da tendência.

Tendência
A tendência é a orientação crescente ou decrescente que comanda as variações de preços durante um determinado intervalo de tempo e que se destaca por uma sequência bem clara de topos e fundos ascendentes, numa tendência ascendente  (Figura 13),  ou de topos e fundos descendentes, numa tendência decrescente (Figura 14). Enquanto o topo e fundo seguintes se mantiverem acima do topo e fundo antecedentes, a tendência se considera ascendente. Este fato é o principal sinal de  tendência ascendente. A tendência decrescente se considera perturbada caso o máximo e mínimo seguintes se encontrem acima dos que os antecedem.

Fig. 13

 

Fig. 14

Faixa de negociação
A faixa de negociação, em contraste com a tendência comum (ascendente ou descendente), é uma tendência horizontal, onde todos os topos (fundos) se encontram aproximadamente ao mesmo nível  (Fig.  15). Ela apresenta as flutuações de preços durante um determinado intervalo de tempo. A faixa de negociação se considera interrompida quando o seu limite inferior ou superior for violado.

Fig.15